terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Sicoob Credmed realiza curso de Educação Financeira

Visando proporcionar conhecimentos aos diretores, cooperados e funcionários, para a melhoria da sua relação pessoal com o dinheiro, de forma que tenham maior e melhor equilíbrio financeiro, o Sicoob Credmed realizou no dia 5 de dezembro o Curso de Educação Financeira. O treinamento foi realizado durante todo o dia e os participantes puderam fortalecer seu conhecimento pessoal sobre controle financeiro, através do apoio da cooperativa.

O curso abordou conceitos de Educação Financeira, a importância do planejamento; além de apresentar aos alunos sobre perfis financeiros individuais e do grupo, assim como medidas de enfrentamento aos efeitos da recessão econômica, construindo uma independência financeira. Para o analista financeiro do Sicoob Credmed, Carlos Henrique Gomes, “a conquista e manutenção da saúde financeira, é o primeiro passo para o cooperado ou empregado consiga investir nos seus objetivos profissionais e pessoais. Em especial para que nossos cooperados e colaboradores possam desenvolver suas atividades sem preocupações de pendências financeiras”.

A Educação Financeira é a base para o planejamento financeiro que auxilia a fazer escolhas inteligentes com o dinheiro que se ganha, evitando dívidas, controlando melhor o orçamento doméstico e o consumo compulsivo. Paulo Costa, Consultor e Educador Financeiro, também apresentou aos participantes os diferenciais das cooperativas de crédito, além de como eliminar dívidas e como planejar para conquistar seus objetivos financeiros.

Oceb
www.paulocostaconsultor.com.br 

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

NATAL: O QUE VERDADEIRAMENTE VOCÊ QUER DE PRESENTE?

Provavelmente você já está pensando em qual presente de Natal vai comprar para seus familiares. Mas realmente o que desejamos para esse Natal?

Me recordo quando era criança, financeiramente podia dizer que nem existia dinheiro em minha casa, mas existia “presentes”, existia pessoas presentes, existia presença de paz. A árvore de Natal era feita de galhos secos de árvores cobertos por algodão, com algumas bolas e enfeites, poucos na verdade. Mas existia presença, presença de algo que ainda não sei por onde foi. Já percebeu que ursos, refrigerantes, embalagens bonitas, brinquedos, carros, tecnologia tomaram o lugar de verdadeiro presente de Natal?
Se analisarmos em nível gramatical, o presente é um tempo verbal que indica que a ação acontece no momento em que se fala. Muitas pessoas vão comprar presentes nesse Natal, muitas vão encher a mesa na grande ceia, mas infelizmente muitas poderão cometer a grande falha de não estar verdadeiramente presente.
Assim está acontecendo há algum tempo com nossos filhos, sobrinhos e netos que não conseguirão deixar de lado por um momento, por apenas alguns minutos a tecnologia que paira nas mãos, para olhar nos olhos e dizer, o quanto se sentem felizes por esse presente, por essa dádiva que é estar presente, ser presente na vida de alguém.
Chegam a colocar a culpa na TV, na Internet e até na escola. Acredito que a verdadeira causa é o presente. O presente é algo mágico que se abre ao acordar, é a dadiva que Deus nos abençoa para viver mais 86.400 segundos, é isso (no máximo) que temos de presente por dia. Essa é, talvez a única verdade absoluta que temos sobre o presente. O tempo é um presente, o único combustível de sonhos não renovável, a moeda mais poderosa do mundo, enquanto pessoas e empresas miram em dinheiro. O que é mais importante dinheiro ou tempo? Já parou para pensar em quanto tempo desperdiçou em sua vida? Muitos usam esse tempo para criar conflitos entre pessoas amadas, outros para curtir os amigos, alguns se divertem em redes sociais o tempo todo, enquanto as crianças clamam por um presente, tempo com seus pais.
Não fique triste, existe solução para isso. Aprenda 3 passos importantes para responder a uma simples questão: O que queremos neste Natal?
Natal 1: Queremos acordar para a realidade.
Acostumamos a pensar que temos tempo de sobra para alcançar nossas metas pessoais e profissionais, e por isso procrastinamos nossos presentes. Muitas pessoas estão acima do peso, envidadas, ou conseguem parar de fumar, não tem tempo para seus filhos, amigos e familiares. Dessa forma maridos, esposas, pais e mães planejam melhorar seus casamentos e relação com os filhos, algum dia talvez. Hoje é o dia do chega, o dia de “a cor dar”, a cor da vida, a cor do presente, de se fazer presente na sua vida e na vida das pessoas que você ama.
Assuma definitivamente as rédeas da sua essência, da sua história, das suas atitudes, dos seus valores e do uso que você faz do presente chamado de tempo.
Natal 2: Defina com precisão seus presentes, sua visão.
A falta de sonhos, de visão e de presentes, leva uma pessoa, uma família, uma empresa às ruínas. Por isso sempre que conseguir criar uma visão, um sonho para sua vida, ganhará energia renovada, ganhará de presente algo que talvez até hoje não tenha encontrado, tempo para ser feliz.
Quando você define com clareza onde quer chegar, com uma visão clara e precisa do seu presente, não precisa de chefe, não precisa de ordens, apenas da sua força interna para ganhar seu verdadeiro presente.
Natal 3: Peça de presente: sabedoria e faça dela a base da sua vida.
Quando for pedir um presente, peça sabedoria, e faça dela a base, o alicerce para sua vida, para seus presentes. Busque com toda sua força encontrar a sabedoria, como se fosse um tesouro escondido no fundo do mar, e esteja atento, pois são raros os momentos em que ela surge diante dos nossos olhos. Entenda que não é árduo buscar sabedoria, é como um presente que precisa ser encontrado, é divertido e maravilhosamente recompensador encontrar a verdadeira sabedoria, talvez o verdadeiro presente na vida das pessoas neste Natal seja, encontrar a sabedoria.
Quando uma pessoa consegue encontrar o presente chamado sabedoria, consegue ter uma visão clara dos seus sonhos, consegue identificar o necessário e o que desperdício, consegue viver bem com tecnologias, dinheiro e pessoas. Aprende que o verdadeiro presente é o dia de hoje.
Assim chega o Natal, onde pessoas aguardam esse momento para dar presentes, para se reunirem e comemorar, ou seja “com memória”. Mas qual recordação, memória, estamos deixando para nossos entes queridos? Então busque dar de presente, a você mesmo e seus familiares: a cor da vida, acordar para a realidade, descobrir quais são seus verdadeiros sonhos, através de uma visão clara e objetiva, e buscar como se fosse o último tesouro escondido a sabedoria para entender que somos filhos de um mesmo Pai e que queremos sabedoria de presente nesse Natal.
Comemore, brinde, pule, grite, sorria e vida os seus 86.400 segundos que ganhou de presente no dia de hoje. Com muita sabedoria, com a certeza de que realizará seus sonhos e estará presente na vida das pessoas que você ama.
Este artigo foi escrito pelo meu amigo Educador Financeiro, Anderson Gonçalves e que nos deu de presente este texto. Então pensei porque não compartilhar com os meus leitores e repassar este presente?...
www.paulocosta.com.br

terça-feira, 15 de setembro de 2015

SOLUÇÕES PARA O MOMENTO DE CRISE

Seu momento Winston Churchill

Uma crise dessas pode servir para muita coisa. Inclusive nos transforma num grande líder. A crise impõe mudanças, que precisam ser bem lideradas para serem bem-sucedidas. Então, lidere copiando o que grandes líderes fizeram em grandes crises:

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

O QUE VOCÊ FARIA SE GANHASSE UM MILHÃO HOJE?

Alguma vez você já parou pra pensar em quanto tempo, durante uma semana comum, você passa ganhando dinheiro com seu trabalho, tomando decisões em como gastá-lo, pensando em formas de obter uma renda extra ou livrar-se das dívidas? Se ainda não, peço que faça isto neste momento.

domingo, 2 de agosto de 2015

OS PRINCÍPIOS DO DINHEIRO PARA A PROSPERIDADE

Uma vida com realização deve ser guiada e gerenciada por princípios.

Princípio é algo que jamais deve ser quebrado. Toda vez que quebramos princípios, arcamos com uma consequência desastrosa na vida. Seja em qualquer área da vida.
Uma pessoa de princípios, vive com lealdade, dignidade, vive com certeza do que quer, é uma pessoa de propósito bem definido.
 O Princípio Financeiro bem desenvolvido permite a você, ampliar seu campo de visão de conquistas.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

ENTREVISTA DE PAULO COSTA NO CURSO NEGÓCIOS DE PALESTRAS

Os 4 pilares para organizar as suas Finanças Pessoais.

www.paulocosta.com.br 

Uma administração financeira eficiente é capaz de proporcionar estabilidade nos relacionamentos, melhor qualidade de vida e, especialmente, a realização de sonhos. A partir de uma abordagem comportamental do tema, a Metodologia DSOP oferece motivação e técnica para que as pessoas possam reavaliar sua relação com o dinheiro e encontrar, por méritos próprios, os caminhos para sua independência financeira.

Diagnosticar 
Sonhar
Orçar
Poupar
dinheiro

segunda-feira, 13 de julho de 2015

15 Razões porque seu Dinheiro não dura até o final do Mês

Uma dificuldade de grande parte dos brasileiros é fazer com que o dinheiro sobre no final do mês. É comum as pessoas usarem quase todo o salário para sanar dívidas assim que recebem o pagamento e, nos dias restantes do mês, ficarem sem recursos. No contexto atual da economia, poupar dinheiro não é uma tarefa fácil, já que muitos produtos subiram de preço, como os combustíveis, ainda assim é possível deixar as finanças em dia. 
Confira, a seguir, 15 situações que fazem o dinheiro sumir no fim do mês e procure evitá-las. 

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Curso de Educação Financeira DSOP

O objetivo é promover ao participante, por meio de atividades realizadas antes, durante e depois do curso, a mudança em relação ao uso do dinheiro. Com isso, o aluno aprenderá a estabelecer um plano de vida e priorizar seus sonhos de curto, médio e longo prazos.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

NEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS COM INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS

10 PRINCIPAIS passos para obter uma boa negociação com as instituições financeiras


1) Faça cálculos realistas

De nada adianta chegar na mesa de negociação do banco e aceitar uma proposta que você não terá condições de pagar. Lembre-se disso sempre viu?

terça-feira, 23 de junho de 2015

COMO ENFRENTAR UMA CRISE FINANCEIRA...

Veja agora como enfrentar uma crise financeira...

Tudo em seu dia-a-dia estava perfeito. Trabalho, casa, amigos, família em total equilíbrio. Porém, a situação dá uma guinada e você, de repente, se vê no meio do furacão. As despesas aumentam e você não consegue honrar seus compromissos financeiros, a situação no emprego já não é mais tão estável; amigos e parentes se mostram cada vez mais distantes; você divorciou-se. O que fazer quando isso acontece?

Análise real do orçamento

domingo, 14 de junho de 2015

NÃO ESPERE APARECER A NECESSIDADE PARA CONHECER A SI MESMO

 Tales de Mileto, filósofo grego, o mais antigo dos Sete Sábios da Grécia (640 a 550 a.C.), durante parte de sua vida foi um bom comerciante. Após enriquecer, retirou-se dos negócios e então dedicou-se aos estudos, adquirindo muitos conhecimentos através de viagens. Aprendeu Geometria com sacerdotes egípcios, previu o primeiro eclipse solar e determinou a duração do ano. Ainda em vida, foi considerado o pai da Astronomia, da Geometria e da Aritmética.
Em certa ocasião, Tales foi inquirido sobre 9 questões da vida, e aqui estão as suas respostas:
Qual a coisa mais velha de todas as coisas?
Deus, porque ele sempre existiu.
Qual a mais bela de todas as coisas?
O universo, porque é trabalho de Deus.
Qual a maior de todas as coisas?
O espaço, porque ele contém o que foi criado.
Qual a mais constante de todas as coisas?
A esperança, porque ela permanece nos homens mesmo depois de terem perdido tudo.
Qual é a melhor de todas as coisas?
A liberdade, porque sem ela não há nada de bom.
Qual é a mais rápida de todas as coisas?
O pensamento, porque em um segundo pode voar para o extremo do universo.
Qual é a mais forte de todas as coisas?
A necessidade, porque ela faz os homens enfrentarem os perigos da vida.
Qual é a mais fácil de todas as coisas?
Dar conselhos.
Qual a mais difícil de todas as coisas?
Conhecer a si mesmo!
NÃO ESPERE APARECER A NECESSIDADE PARA CONHECER A SI MESMO, principalmente no que diz respeito a como você funciona no uso do dinheiro.
www.paulocostaconsultor.com.br

quinta-feira, 11 de junho de 2015

PORQUE VOCÊ FICOU EM DIFICULDADES FINANCEIRAS?

Diante da maior facilidade de acesso ao crédito, talvez você não tenha resistido e acabou optando pelo financiamento de suas compras, sem o planejamento para o bom uso dos recursos.

Se isso realmente aconteceu contigo que justamente por essa falta de controle do orçamento, a maioria das pessoas acabam em dificuldades. A boa notícia é que você pode virar o jogo.


Abaixo estão dez razões pelas quais o problema do endividamento ocorre. Saiba que conseguir identificar o real motivo do desequilíbrio financeiro é importantíssimo para um plano de virada. 

quinta-feira, 4 de junho de 2015

VOCÊ MANTEM UMA RALAÇÃO SAUDÁVEL COM O DINHEIRO?

Diz o ditado que dinheiro não compra tudo. Porém, com uma grande quantidade desse recurso, é possível ter uma qualidade de vida melhor, não é mesmo? Isso significa, por exemplo, ter uma casa no campo ou na praia, fazer um curso conceituado, viajar ao exterior, possuir o carro do ano, ter um bom plano de saúde etc.
No entanto, entre o sonho e a realidade, algumas pessoas podem se perder quando o assunto é relação saudável com o dinheiro. Para que você fuja das armadilhas na sua vida financeira, acompanhe as dicas a seguir.
Faça um diagnóstico

quarta-feira, 27 de maio de 2015

SER RICO É UMA QUESTÃO DE ESCOLHA

Ficar Rico é uma questão de escolha, você sabia disso?

Muitas pessoas de uma forma simples, acabam respondendo, ok então eu escolho ser Rico.

Agora Saber escolher é a questão, muitas vezes escolhemos ser ricos, mas, temos atitude POBRE.

E essa escolha acontece em diversas áreas da vida, escolhe um objetivo, mas, faz outro.

Exemplo:

segunda-feira, 25 de maio de 2015

À vista ou a prazo – como comprar?

Pesquisa recente do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) aponta que 53% dos brasileiros já preveem cortar as comprar parceladas. Esse dado, com certeza, também é reflexo do cenário de crise pelo qual passamos, mas representa também que a população está começando a perceber o risco dessa modalidade de compra. Por isso, acredito ser pertinente o questionamento: comprar à vista ou a prazo?
Ocorre que, hoje, os parcelamentos são constantes e prometem muitas vantagens, como juros baixos ou até mesmo a total isenção. Sem contar que há a possibilidade de adquirir imediatamente algo que não se tem capacidade financeira para adquirir à vista. Entretanto, os dados da pesquisa demonstram que os consumidores já estão se atentando que esse hábito pode levar ao endividamento.
Problemas financeiros? Aprenda a resolvê-los com a palestra Como Cuidar de sua Saúde Financeira!

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Detalhes fazem a diferença na economia doméstica

Especialistas apontam os vilões da gastança e ensinam a poupar sem passar aperto no dia a dia
O diabo mora nos detalhes, já dizia um provérbio alemão. E, para a economia doméstica, eles realmente são vilões, ao menos na visão de especialistas. Sendo assim, cabe a cada consumidor se policiar e, principalmente, traçar objetivos tanto financeiros quanto de vida para reduzir o risco de perdas.
Elenilde Maria Lopes, vigilante de 46 anos, moradora do Cruzeiro, divide um apartamento com a mãe, a irmã, a sobrinha e o cachorro  da família. Principal responsável pela administração das finanças da casa, ela estima que os maiores gastos são com comida. “Quase todo fim de semana recebemos nossos irmãos para almoços”, diz.
Na hora de abastecer a dispensa, ela tenta selecionar os produtos em promoção das marcas que confia. Sua estratégia  é fazer uma compra mensal grande, que sustente a casa por pelo menos 30 dias, e, semanalmente, repor produtos pontuais como  carne e verduras.
Visitas
 “Algumas vezes as visitas trazem coisas para ajudar, mas grande parte do tempo somos nós mesmos que bancamos”, relata, observando que isso dificulta que as compras durem o tempo estimado. Apesar disso, ela considera os custos “normais” e se revela mais preocupada com a conta de água.

Seu filho é consumista? Faça teste e descubra

Responder a pergunta “Como você está educando seu filho em relação ao dinheiro?”, muitas vezes não é fácil, já que as vezes nem os pais sabemos lidar com o dinheiro de forma sustentável.
Para o educador financeiro Reinaldo Domingos, diante de tantas oportunidades e publicidades está se criando uma geração de crianças consumistas. “As ferramentas comerciais fazem com que  as crianças fiquem ‘hipnotizadas’ e acabem querendo ter tudo o que vem pela frente, e isso sem contar a influência de amigos”, afirma.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Acaps promove workshop especial para auxiliar na gestão financeira das empresas

O objetivo é criar um debate sobre como garantir a saúde financeira, pessoal e empresarial, e manter as organizações competitivas frente às crises internas e externas.

Na próxima quarta-feira, 13 de maio, a partir de 8:30 horas, acontecerá em Vitória o Workshop Planejamento Financeiro, que será ministrado pelo especialista no assunto, o consultor Paulo Costa.


Diante de um atual cenário econômico incerto e temeroso, cada vez mais as empresas devem buscar mecanismos para evitar um quadro de recessão e manterem-se competitivas no mercado.


Pensando nisto, a Acaps programou o referido treinamento a partir de uma metodologia que motive o indivíduo a sair de uma postura de impotência perante os problemas e mostre como criar as atitudes, os comportamentos e as maneiras de pensar e agir para encontrar as soluções.


Com duração de 3 horas, o workshop é direcionado aos pequenos e médios empresários, gestores financeiros e administrativos e demais interessados no tema, e tem valor de inscrição especial para associados da Acaps.


Confira a programação e faça sua reserva o quanto antes, pois as vagas são limitadas!


PLANEJAMENTO FINANCEIRO - Como garantir a saúde financeira pessoal e empresarial

terça-feira, 5 de maio de 2015

OS SEGREDOS DA PROSPERIDADE FINANCEIRA

Depois de ensinar centenas de pessoas a transformarem suas dificuldades financeiras em Sucesso, eu realmente acredito que 80% do sucesso financeiro vem da vontade forte de mudarem as suas vidas e o fato de você estar aqui lendo este artigo prova isso.
Vou lha fazer uma pergunta: Você já parou para pensar porque algumas pessoas parecem ficar ricas facilmente, enquanto outras lutam sem parar e não conseguem resultados? Seriam as diferenças entre a sua educação, ou sua inteligência? Seriam habilidades, hábitos? Talvez sejam os contatos? Ou talvez SORTE? Que, sabe o ramo de trabalho, ou o negócio?

sexta-feira, 1 de maio de 2015

E a juventude vai escoando entre os dedos.

Matéria interessante publicada no Estadão...

Era uma vez uma geração que se achava muito livre.
Tinha pena dos avós, que casaram cedo e nunca viajaram para a Europa.
Tinha pena dos pais, que tiveram que camelar em empreguinhos ingratos e suar muitas camisas para pagar o aluguel, a escola e as viagens em família para pousadas no interior.
Tinha pena de todos os que não falavam inglês fluentemente.
Era uma vez uma geração que crescia quase bilíngue. Depois vinham noções de francês, italiano, espanhol, alemão, mandarim.
Frequentou as melhores escolas. Entrou nas melhores faculdades.
Passou no processo seletivo dos melhores estágios.
Foram efetivados. Ficaram orgulhosos, com razão.
E veio pós, especialização, mestrado, MBA. Os diplomas foram subindo pelas paredes.
Era uma vez uma geração que aos 20 ganhava o que não precisava. Aos 25 ganhava o que os pais ganharam aos 45. Aos 30 ganhava o que os pais ganharam na vida toda. Aos 35 ganhava o que os pais nunca sonharam ganhar.
Ninguém podia os deter. A experiência crescia diariamente, a carreira era meteórica, a conta bancária estava cada dia mais bonita.
O problema era que o auge estava cada vez mais longe. A meta estava cada vez mais distante. Algo como o burro que persegue a cenoura ou o cão que corre atrás do próprio rabo.
O problema era uma nebulosa na qual já não se podia distinguir o que era meta, o que era sonho, o que era gana, o que era ambição, o que era ganância, o que necessário e o que era vício.
O dinheiro que estava na conta dava para muitas viagens. Dava para visitar aquele amigo querido que estava em Barcelona. Dava para realizar o sonho de conhecer a Tailândia. Dava para voar bem alto.
Mas, sabe como é, né? Prioridades. Acabavam sempre ficando ao invés de sempre ir.
Essa geração tentava se convencer de que podia comprar saúde em caixinhas. Chegava a acreditar que uma hora de corrida podia mesmo compensar todo o dano que fazia diariamente ao próprio corpo.
Aos 20: ibuprofeno. Aos 25: omeprazol. Aos 30: rivotril. Aos 35: stent.
Uma estranha geração que tomava café para ficar acordada e comprimidos para dormir.
Oscilavam entre o sim e o não. Você dá conta? Sim. Cumpre o prazo? Sim. Chega mais cedo? Sim. Sai mais tarde? Sim. Quer se destacar na equipe? Sim.
Mas para a vida, costumava ser não:
Aos 20 eles não conseguiram estudar para as provas da faculdade porque o estágio demandava muito.
Aos 25 eles não foram morar fora porque havia uma perspectiva muito boa de promoção na empresa.
Aos 30 eles não foram no aniversário de um velho amigo porque ficaram até as 2 da manhã no escritório.
Aos 35 eles não viram o filho andar pela primeira vez. Quando chegavam, ele já tinha dormido, quando saíam ele não tinha acordado.
Às vezes, choravam no carro e, descuidadamente começavam a se perguntar se a vida dos pais e dos avós tinha sido mesmo tão ruim como parecia.
Por um instante, chegavam a pensar que talvez uma casinha pequena, um carro popular dividido entre o casal e férias em um hotel fazenda pudessem fazer algum sentido.
Mas não dava mais tempo. Já eram escravos do câmbio automático, do vinho francês, dos resorts, das imagens, das expectativas da empresa, dos olhares curiosos dos “amigos”.
Era uma vez uma geração que se achava muito livre. Afinal tinha conhecimento, tinha poder, tinha os melhores cargos, tinha dinheiro.
Só não tinha controle do próprio tempo.
Só não via que os dias estavam passando.
Só não percebia que a juventude estava escoando entre os dedos e que os bônus do final do ano não comprariam os anos de volta.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Inflação maior que a rentabilidade corrói o saldo da caderneta de poupança em 2015

Investimento mais popular do país, a caderneta de poupança é destino das economias de quase 60% da população. O problema é que a queridinha dos brasileiros tem ganhado ares de vilã.
No primeiro trimestre do ano, quem optou pela modalidade para guardar ou ganhar dinheiro, acabou, na verdade, perdendo. Ela deixou, inclusive, de proteger o patrimônio. 

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Bons hábitos alimentares – ações que refletem no bolso!

Vocês já pararam para pensar em quanto do seu salário você destina exclusivamente para suas refeições fora de casa? Cuidado, pode ser que seja assustador descobrir essa informação.

terça-feira, 21 de abril de 2015

Sete pecados capitais que levam à inadimplência

Dados da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) mostram que, em março, aproximadamente 54,7 milhões de consumidores brasileiros estavam inadimplentes.
Esse número representa um aumento de 3,76% em relação ao mesmo período do ano passado. Além disso, a quantidade de inadimplentes equivale a 37,5% da população economicamente ativa entre 18 e 95.

sábado, 18 de abril de 2015

VAMOS FALAR SOBRE DINHEIRO ??

Quando o assunto é dinheiro, um festival de hipocrisias tem sido despejado por todos os lados nessa sociedade cheia de contradições. Como, sendo pobre ou rico, eu conheço muito bem os dois lados da moeda, fico muito à vontade para escrever a respeito desse assunto
.
Hoje em dia, dizer que gosta de dinheiro tem se tornado algo estranho. Essa atitude ousada é olhada com reprovação e o indivíduo que se atreve a fazer tal afirmação profana logo é tratado como um portador de uma espécie de lepra.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Poupança: o que está acontecendo com ela?


Essa semana tivemos a notícia do recorde de resgate do saldo da poupança, aplicação mais conservadora e utilizada pela maioria dos brasileiros. Ao tentarmos identificar as possíveis causas que levaram a esse patamar, podemos listar vários. Mas, analisando friamente, há três pontos importantes:

sábado, 11 de abril de 2015

DESEJO x NECESSIDADE

Um dos conceitos básicos que os Empresários precisam saber e muitas vezes se confundem é a diferença entre “desejo” e “necessidade”.
Primeiro vamos avaliar a diferença entre Necessidade e Desejo.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

10 Estratégias para Terminar o Mês com Saldo Positivo

Quem nunca ouviu – ou fez – o famoso trocadilho “sobrou mês no meu salário”? Chegar ao dia 30 no vermelho, além de ser uma situação comum para muitos, pode se transformar em um círculo vicioso, no qual o tamanho do rombo no orçamento tende a crescer. O pior quadro ocorre quando a pessoa considera normal a situação de permanente descontrole financeiro.
Reequilibrar o orçamento e fazer com que sobre dinheiro no fim do mês são situações factíveis para qualquer um. A retomada do controle das finanças pessoais requer mudança de comportamento, adequação de hábitos de consumo e aplicação de técnicas simples de gestão de recursos. Confira algumas dicas ajudam a chegar ao dia 30 no azul.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Poupança e imóveis: vale a pena investir?

Tradicionais, investimentos em poupança e imóveis não são indicados neste ano. A alta da taxa básica de juros (Selic) tornou a rentabilidade da poupança pouco atrativa; já o mercado imobiliário desacelera no País e pode desvalorizar imóveis.

É comum entre os brasileiros que a poupança e os imóveis sejam as primeiras opções que vêm a mente quando se pensa em investimentos. Bastante tradicionais na cultura dos investidores do País, eles não são investimentos recomendados para 2015, no entanto.

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Seja conduzido por seus sonhos

Muitos de vocês devem ter ouvido falar em “sinais” da vida ou do destino. Aquilo a que muitos consideram coincidência, ou aviso da vida, eu chamo simplesmente de OPORTUNIDADES. Existem pessoas que não acreditam: esperam que o bilhete premiado da loteria esteja esperando a dois passos na calçada por onde ela está caminhando. Esperam algo grandioso e deixam passar excelentes chances de sucesso!

                Acontece que cada um de nós tem a sua própria versão sobre o que seria uma oportunidade. Quando aparece alguma chance que não se enquadre exatamente naquela imagem, achamos que não vale a pena, ou sequer a percebemos!

quarta-feira, 25 de março de 2015

10 Dicas para Organizar as Finanças Pessoais

A organização das finanças pessoais representa um ponto fundamental na vida de todos nós. Dificuldades financeiras afetam diretamente o aspecto emocional e a produtividade no trabalho, além de acarretar instabilidade no ambiente familiar. Muitos acreditam que basta ter dinheiro para que todos os problemas se resolvam. Na verdade, isso é consequência, não causa.
Ao contrário do que pode parecer, a estabilidade financeira depende de ações relativamente simples –  basicamente de planejamento e disciplina. Organizar as finanças representa o primeiro passo em direção à concretização de sonhos e projetos. A partir de iniciativas implementadas no dia-a-dia, qualquer pessoa pode obter equilíbrio financeiro e se transformar, em uma segunda etapa, em investidor. Eis algumas dicas:

terça-feira, 24 de março de 2015

Curso de Educação Financeira para Empreendedores

Agora este Curso está disponível também em Vitória e Vila Velha-ES.
O conteúdo do Curso é embasado na Metodologia DSOP (Diagnosticar, Sonhar, Orçar e Poupar) e focado na busca pela sustentabilidade da empresa de cada empreendedor.
Carga horária: 40 horas
Público-alvo: Empreendedores em Potencial e Empresários
Escolaridade mínima: Ensino Médio completo
Faixa etária: a partir de 18 anos
Horário: 08h30 às 18h
Local: Vila Velha-ES
Objetivo do Curso
Disseminar o conceito de Educação Financeira, contribuindo para a criação de uma nova geração de empreendedores independentes financeiramente, garantindo a sustentabilidade de sua empresa e a realização de muitos sonhos e objetivos.

Descrição dos Conteúdos:

quinta-feira, 19 de março de 2015

Aposentadoria: um assunto para pais e filhos

Já disse aqui diversas vezes sobre a importância de se ter uma previdência complementar a do INSS. No entanto, dessa vez, além de reforçar essa ideia, quero mostrar que o problema que temos hoje com diversos aposentados não tendo sustentabilidade financeira pode ser resolvido se já inserimos as crianças nesse assunto.

terça-feira, 17 de março de 2015

A PSICOLOGIA DO DINHEIRO, PROSPERIDADE E ABUNDÂNCIA

O que impede as pessoas de obterem sucesso financeiro e ter abundância nas suas vidas? A resposta é geralmente focada em torno da crença de que o sucesso financeiro não é uma possibilidade. Muitas pessoas criam várias barreiras que as impede de conseguir a abundância.

Se você tem crenças limitantes sobre dinheiro a nível inconsciente, será difícil alterar as limitações financeiras porque a sua mente inconsciente irá obstruir seus esforços para ter sucesso. Esse é o motivo pelo qual algumas pessoas acabam vivendo de contracheque a contracheque toda a vida – em algum nível elas não acreditam que são capazes de fazer melhor.

segunda-feira, 16 de março de 2015

Mulheres ainda enfrentam preconceitos financeiros

Se, há algumas décadas, os homens eram maioria esmagadora como chefes de família, em todos os sentidos, hoje, a situação é bem diferente, mas ainda não é equilibrada. As mulheres lutaram e tiveram muitas conquistas, inclusive em questões profissionais e, consequentemente, financeiras.

terça-feira, 10 de março de 2015

Como encontrar o Caminho para o Sucesso Financeiro

Qual é o caminho mais curto para o Sucesso Financeiro?

Falemos um pouco sobre “postura” ou “estado mental” e sua importância sobre a possibilidade de as pessoas se darem bem ou não na vida, terem Sucesso ou Fracasso.

segunda-feira, 9 de março de 2015

Você sabe o que é Consumo Patrocinado? E Consumo Consciente?

Sempre preocupado com a situação financeira própria e das pessoas próximas, certamente você já ouviu falar em ‘consumo patrocinado’, a nova expressão para designar o consumo impulsivofeito de forma inconsciente e que é a alegria da publicidade e da área bancária. Uma educação financeira mínima já nos alerta para esse tipo de hábito de consumo, patrocinado pelas duas áreas mencionadas.
Consumir é uma necessidade da sobrevivência, mas consumir sem planejamento pode nos levar por um caminho indesejado, de endividamento e inadimplência. Não se iluda ao considerar, por exemplo, que está em uma situação financeira confortável. Os verdadeiros fazedores de fortunas não negligenciam o consumo consciente.
Confira algumas dicas para você proteger o seu dinheiro e deixar de ser um ‘Consumidor Patrocinado’:

terça-feira, 3 de março de 2015

Dívida: use com moderação

Endividamento é uma palavra que assusta qualquer um, principalmente quando pesquisas revelam que o índice está aumentando já entre os jovens. No entanto, com a minha longa experiência como educador e terapeuta financeiro, posso afirmar que, na verdade, a maioria das pessoas possui um entendimento errado sobre o significado de ter dívidas.
Além disso, saliento que os institutos de pesquisa não abrangem a população em sua totalidade, uma vez que não conseguem mensurar as pessoas que estão fora do sistema bancário, ou seja, aquelas que, ao invés de pegarem linhas de crédito ou usarem o limite do cheque especial, pedem empréstimo para amigos e familiares ou ainda abrem uma conta em mercados, açougues e padarias para pagar no final do mês. E isso quer dizer, claro, que o número real de endividados pode ser bem maior.
Mas aí entro na questão: será que estar endividado é algo tão ruim assim? Se não for controlado, sim, pois o endividado passará a ser inadimplente, o que fará com que tenha complicações, podendo ter seu nome na lista do SPC e Serasa, por exemplo; agora, se for consciente, não é um problema, faz parte da vida. Inclusive, os investidores, muitas vezes, são endividados, pois possuem uma visão empreendedora e comprometem os seus recursos para impulsionar seus ganhos.
Um bom exemplo de quando dívida não é ruim é alguém que, mesmo sem ter o dinheiro para bancar à vista, paga a educação dos filhos ou um curso profissionalizante para si; nessas situações, a dívida é considerada um investimento, portanto, não há nada de errado, muito pelo contrário, em médio e longo prazo, haverá um retorno, seja cultural, profissional ou financeiro.
O contrário – a dívida sendo um problema – é quando a pessoa nem sequer sabe com o que gasta e acaba precisando utilizar linhas de crédito para honrar com os compromissos. Isso se torna um círculo vicioso, que faz com que o devedor se enrole cada vez mais com as finanças e, consequentemente, realize menos sonhos. Viver fora do padrão de vida e não respeitar o dinheiro que ganha são consequências da falta de educação financeira, que, infelizmente, é a realidade da maior parte da população brasileira.

Para que isso mude, é necessário ter essa consciência e buscar se informar mais sobre essa questão da educação financeira, por meio de livros, palestras e cursos – alguns online e até gratuitos, basta procurar. Os sonhos movem as pessoas e fazem com que elas tenham disciplina para mudarem de endividados descontrolados para indivíduos conscientes e sustentáveis.
Reinaldo Domingos DSOP

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Modelo Mental de Dinheiro, Riqueza e Prosperidade

Este Blog nasceu da minha ânsia em apoiar as pessoas na busca pela prosperidade, abundancia e melhor Qualidade de Vida. Algumas pessoas caem na armadilha de acreditar que o que você precisa saber para conquistar seus objetivos não está ao seu alcance, não está disponível.

Você pode estar pensando que as coisas não podem ser tão simples assim, como simplesmente ler livros, obter informações... Se fosse assim tão fácil, como tanta gente falha na vida em todas as áreas? Como você ainda está patinando no molhado?
Quantas informações surpreendentes para a nossa realidade pessoal que anteriormente não sabíamos sequer existir, quantas surpresas temos ao acessar um Blog, ler livros ou ao assistir uma palestra, participar de um seminário ou workshop?

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

10 dicas para arrumar suas finanças no pós-Carnaval

O primeiro passo para deixar de dever é anotar todos os seus gastos, para saber onde se pode economizar.


O Carnaval acabou e, agora, como muitas pessoas dizem, o Brasil começa a funcionar como deveria. Infelizmente, é nesse período de “ressaca” que as pessoas percebem a grande armadilha financeira em que estão enfiadas, ainda mais por somar a esse período de festas as contas de fim e início de ano.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

O PRIMEIRO PASSO EM DIREÇÃO A RIQUEZA É O DESEJO, O SONHO !!



O COMEÇO DE TODAS AS REALIZAÇÕES, O PRIMEIRO PASSO EM DIREÇÃO À RIQUEZA É O DESEJO, O SONHO

O método pelo qual o desejo de riquezas pode ser transformado em seu equivalente financeiro fundamenta-se em seis práticos e definidos passos:

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Como ser empreendedor de forma sustentável?

Hoje eu quero falar sobre um tema diferente dos que geralmente abordo, mas que possui certa relação, que é o empreendedorismo. O que me leva a falar sobre esse tema é o fato que atravessamos um momento de incertezas que levam muitos brasileiros a buscarem como alternativa para sair da crise montar um próprio negócio.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

SUCESSO É ESTADO MENTAL OU ACASO?


Falemos um pouco sobre “postura” ou “estado mental” e sua importância sobre a possibilidade de as pessoas se darem ou não bem na vida.
            Todos devem conhecer alguém que nunca se deixa afetar pelos acontecimentos. Esta pessoa igualmente jamais deixa o seu bom humor decair nem mesmo numa hipotética conversa com o Zangado dos Sete Anões e Branca de Neve.